sexta-feira, 20 de maio de 2011

Memorial Descritivo

 
 A Escola Tenente Octacílio S. da Cruz , surgiu a partir de uma luta da Associação  de  Moradores do CPA III , administração “Carlito  Cruz” com os moradores dos setores I ,3 e  4, junto a Prefeitura em 1987 . No ano de sua fundação , ela funcionou no Centro Comunitário  “Aurélio Cândido da Cruz” no Setor  03 – CPA  III , como  emergencial.
            Em  14.03.88 inaugurou o prédio novo , onde está instalado até hoje , mas em 88, ainda continuou funcionando no Centro Comunitário a Pré-Escola .
            O nome da escola em 1987, foi uma sugestão do 1º presidente da Associação de Moradores em 1988 após a inauguração do novo prédio, houve uma eleição entre todos os moradores dos setores 3 e 4, pois havia outros nomes concorrendo e o nome vencedor foi este que a escola tem até hoje.
            O patrono da escola “Tenente Octacílio Sebastião da Cruz”, começou sua vida profissional no exército, no qual chegou a tenente, nunca trabalhou diretamente na educação, mas criou 8 filhos com maior dedicações, sendo apenas 3 filhos frutos do seu casamento e 5 filhos eram crianças órfãs  e abandonadas e a admiração do seu filho, sendo um entre os cincos órfãos adotados que na época era presidente da Associação de Moradores “Carlito Cruz” que levou a sugerir o nome do seu pai para patrono desta escola.
           O 1º diretor que muito lutou junto com os moradores para a melhoria desta foi o professor “Luiz Cabral”, que teve um mandato de 02 anos, indicado, isto é, em 87 foi aprovado no teste de seleção e em 88 passou pôr eleição.
            O 2º diretor “Profª. Maria Madalena”, substituiu o diretor que pediu para se afastar pôr problemas pessoais, esta passou pôr eleição interna num 1º momento e depois em eleição na comunidade, teve um mandato de 04 anos.
            O 3º diretor é o prof. José Carlos Rodrigues, indicado pela prefeitura municipal de Cuiabá em 1992 e eleitos pela comunidade em 1993.
            A escola inicialmente em 88, funcionava com 12 turmas, sendo que 8 funcionavam no prédio e 04 no centro comunitário, a Pré-Escola. E no noturno funcionava o V a VIII, a educação de jovens e adulto. Em 88 , estinguiu-se  as turmas que funcionavam fora da escola , ficando a escola toda funcionando no prédio.
            Em 1991 , pôr uma determinacão da Secretaria e a baixa produção do V a VIII , rompeu –se o convênio  com o estado e deixou de funcionar o V a VIII, no  notorno .
            Em  1990, pôr falta de escola no Tancredo Neves , vizinho do CPA III ,a escola necessitou abrir novamente salas anexas neste bairro , onde hoje transformou numa escola independe.
           Em 1993 a escola recebeu como salas anexas à clientela atendida pelo projeto Um espaço para a vida , funcionando nas dependências  do Grupo Espírita Luz do Lar (GEL) ,o qual se encontra até hoje ligado a escola .      
             Em 1994, a escola abriu o V a VIII novamente , funcionando, desta vez, no vespertino nas dependências  do prédio  da Obra Kolping.    
            Em 1995, a escola com 06 salas de aulas, sendo 02  construídas em 1994. Nesse ano deu um novo rumo à sua história buscando inovações na política administrativa com uma nova coordenadora pedagógica, que na época era ainda chamada “supervisora” e era através de prova seletiva. A secretária da escola também era empossada através de teste seletivo.
             Durante o triênio 95-97 a escola fez muitas modificações, ampliando a sala do diretor e secretaria em uma só, essa mesma junção aconteceu com a sala dos professores e supervisor.
           De 98 a 2000, novos projetos foram surgindo (PROJAC, XANÉ) e com o processo democrático e a descentralização administrativa e financeira a escola pode construir mais 02 salas de aulas e jardinagem na área da frente.
             No ano de 2001 alugamos as salas de aula de uma  Escola Particular “Caminho do Saber” ao lado da  escola autorizado pela Secretaria Municipal de Educação pela  grande procura de alunos, hoje essas salas fazem parte do Espaço da Escola Octacílio Sebastião da Cruz formando uma só instituição, uma luta do Diretor José Carlos e a  equipe gestora.
            Conseguimos muitas benfeitorias, materiais pedagógicos e administrativos durante os anos de 2002 e 2003 com os projetos: PDDE, PDE, XANÉ.
            Nos anos de 2004 e 2005 , foi denominado ao Programa Xané, Projeto Aplauso. Implementamos com esse projeto também muitas oficinas importantes para a comunidade, dentre eles foram: Artes Plásticas, Siriri, Sala de Leitura, Flauta e futsal.
No ano de 2005 passamos atender crianças de 03 anos e 11 meses. Fizemos um pequena reforma emergencial para o atendimento dessas crianças e das demais, através de verba da Secretaria Municipal de Educação no Governo do Prefeito Wilson Santos.
           De 2006 a 2007 continuamos apenas com o Projeto sócio educativo – flauta e o Projeto de pintura. A  informática passou a fazer parte da nossa grade curricular.
No ano de 2007 e 2008 o diretor José Carlo Rodrigues da Silva foi afastado da direção assumindo Professora Nair Ribeiro de Jesus.
           Em 2009 houve uma nova eleição de 2 anos, assumindo a Professora Marinalva de Barros Neves, 13 anos, coordenadora Pedagógica desta Unidade. No início do ano fez a escolha da nova Coordenadora  Pedagógica, Professora Rudit Irmã Ribeiro Muller juntamente com o Conselho Escolar Comunitário. Neste mesmo ano retomamos  o Projeto Sócio Educativo  onde foram autorizados : dança e Projeto Informática, onde no momento se trabalha com o  Programa Cuiabá Digital. Realizamos outros projetos por iniciativa própria como  a Capoeira, Projeto Ação Contra Dengue, futsal, Projeto Mulher Modelo “culinária” uma parceria com o Modelo e biblioteca móvel. Realizamos a festa junina e festa da Primavera com o resultado colocamos alambrado nos fundos da escola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário